segunda-feira, 27 de julho de 2009

MERCADANTE, LÍDER QUE NÃO LIDERA

Tal como FHC que pediu para o povo esquecer o que ele escreveu, Aloízio Mercadante, líder do PT (e aparentemente filiado ao PSDB) no Senado deve dizer, a respeito da nota por ele publicada semana passada sugerindo o afastamento do senador José Sarney da presidência do Senado Federal.

Mercadante publicará nova nota através da qual dirá:

“Esqueça, Brasil – e não levem em conta jamais – a nota que assinei recomendando a saída do Sarney. Ela (a nota) não representa a vontade da bancada do meu partido, muito menos do Governo do qual eu me imaginava líder.

“Ocorre que fui pego (por mim mesmo de surpresa) e descobri-me sendo a “rainha da inglaterra”, o que implica dizer que sou um líder que não lidera. Eu simplesmente cometi um pequeno, porém, desastroso lapso ao redigir aquela mísera nota. Cometi o pecado mortal e imperdoável, o de não combinar antes com os que julguei serem os meus liderados.

“Não fiz isso. Também não consultei o ministro das Relações Institucionais, José Múcio, nem liguei para o Presidente Lula. Bem que eu devia ter agido dessa maneira porque há uns 14 dias atrás, o Presidente tinha se reunido com a bancada e ficou acordado que o governo asseguraria seu apoio ao Sarney.

“Agora me diga, Brasil, me diga aonde eu vou botar a minha cara quando terminar o recesso e eu chegar no Senado? O que é que povo vai pensar de mim? Que sou traidor? Acho que alguns maldosos vão até me chamar de Aloízio Virgílio. Ou Aloízio Simon. E isso seria demais para alguém como eu que sou do PT e petista histórico! mas faço o jogo do PSDB e da mídia porque me descobri também, e acima de tudo, um sujeito sem personalidade e de caráter, digamos, duvidoso.

“Para concluir, essa ‘ex-liderança’, reiteradamente manifesta o seu mais irrestrito e inequívoco apoio ao que dizem Pedro Simon, Cristóvam Buarque, PSDB/PFL/GLOBO e companhia. E faz suas as palavras da oposição: com o Sarney é impossível moralizar o Senado. Comigo também”.

Essa é a nota que o senador Aloizio Mercadante deveria publicar, a “bem da ética e da transparência na política” após a reunião da coordenação política do governo pela qual se concluiu que o que ele, (Mercadante) disse, não representa o sentimento da bancada do PT no Senado, muito menos o do Governo, que reafirma o apoio ao presidente José Sarney, de acordo com plantão do jornal O Globo, às 13:30 horas desta segunda, 27.

Um comentário:

  1. DR SOCRATES ENTREVISTA CIRO GOMES.
    CIRO, SEM TITUBEAR, DIZ:

    É UMA MÍDIA

    Partidária, Conservadora, Facciosa e Nepotista

    CINCO famílias no País comandam os orgãos de comunicação.

    Eles me "odeiam" por dizer isso, diz Ciro Gomes.

    É uma mídia que prega a novelização do escândalo.

    Mas é uma Mídia que esconde "descaradamente" o custo do

    Km do Rodoanel em SP: 50 milhões reais por quilômetro/construído.

    Ninguém toca no assunto.

    http://www.youtube.com/watch?v=vbzqRgF0JN4&feature=player_embedded

    ResponderExcluir

DEIXE O SEU COMENTÁRIO